Os devaneios, sonhos, rotinas e alucinações de uma mulher comum que de comum não tem nada. Não será esta a melhor descrição para qualquer mulher... mas que sei eu... sou só uma tola...

07
Nov 13

Sentada a ver o mundo, sentes a tua vida passar… vês um olhar que acaricia a alma, uma tensão que se sente entre dois corpos que se atraem, um sussurro que aquece como um beijo, uma meia frase que diz tudo… sentes esse anseio que clama e exige, essa vontade que não passa nem cessa, essa dor que cresce e atormenta.

Quimeras esquecidas na noite, olhar perdido no horizonte, pensas no teu caminho, no teu cruel destino, na dor de ter tanto sentimento todo preso num momento de silêncio. Aguardas calma e silenciosamente que tudo passe, que não sejam mais do que devaneios oníricos da juventude, mas as horas passam a dias, os dias a meses e os meses a anos sem que a espera mude e a espera permanece já incalculável e eterna.

Aguardas… já não tão jovem, já não tão bela, já não sem desespero que a vida chegue, que o sonho se torne realidade, que esse mundo que vês passar seja o teu. Percebes tristemente que passaste grande parte da tua vida a esperar pelo futuro, percebes que o passado não tem retorno e o presente foi insípido e desperdiçado.

Compreendes agora que o sol nascerá todos os dias mesmo que na tua alma seja noite, que a seguir a uma tempestade podes escolher sentir a destruição da mesma ou o renascimento da natureza, que a mais frágil flor luta para viver e que no meio da desgraça e da tristeza pode haver amor e amizade. Compreendes que ninguém pode viver por ti, obrigar-te a viver, fazer-te viver e finalmente… compreendes que não podes culpar ninguém pela tua inércia e sofrimento, porque afinal tu fizeste isto a ti mesma…

publicado por Nessie às 15:17
sinto-me: Em espera...
música: Waiting - Beyonce Knowles

Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
31


posts recentes

A espera...

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
favorito

O amor..

blogs SAPO