Os devaneios, sonhos, rotinas e alucinações de uma mulher comum que de comum não tem nada. Não será esta a melhor descrição para qualquer mulher... mas que sei eu... sou só uma tola...

21
Out 13

O sonho ainda comanda a vida, mesmo confrontados com a desilusão, mesmo vendo que a vida não é garantida, mesmo depois de sabermos que tudo foi uma grande ilusão… o sonho permanece.

Quando tudo parece perdido, quando o desespero se instala, quando nada faz sentido, fica a esperança de um sonho um dia tido. No olhar, junto ao brilho da lágrima, vive a chama da fé; nos lábios, junto aos gemidos, vivem os gritos surdos da libertação; no rosto, junto ao cenho franzido da preocupação, permanecem as marcas do sorriso.

No vazio deixado por um coração partido, na escuridão em que a nossa alma se tornou, na frieza de um espírito enganado, na esterilidade de um caminho ermo a que o destino nos votou, persiste a luz que a força de viver não deixa apagar… persiste o mundo onírico que o vento nos sussurra ao ouvido, o cálice saciador da esperança e o cajado apoiante da fé.

Continuamos a creditar, continuamos a sonhar porque essa é a condição humana, porque no meio da desgraça se ouve uma gargalhada, no meio da destruição encontramos o humor, porque nos agarramos à única coisa que no homem é divino… o amor.

publicado por Nessie às 16:02
sinto-me: Divine...
música: Now we are free - Hans Zimmer

Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
31


posts recentes

O terreno e o divino...

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
favorito

O amor..

blogs SAPO