Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conselhos de uma Tola

Os devaneios, sonhos, rotinas e alucinações de uma mulher comum que de comum não tem nada. Não será esta a melhor descrição para qualquer mulher... mas que sei eu... sou só uma tola...

Conselhos de uma Tola

Os devaneios, sonhos, rotinas e alucinações de uma mulher comum que de comum não tem nada. Não será esta a melhor descrição para qualquer mulher... mas que sei eu... sou só uma tola...

08.08.13

Apresentação de uma fumadora

Sou uma daquelas pessoas cujo cérebro fervilha de ideias descabidas e infrutuosas, tenho opiniões contraditórias e estrambólicas e a minha mente está repleta de informação inútil.

Sempre me disseram que a escrita era um organizador de pensamento... Como tal decidi tentar organizar o meu pensamento e ao mesmo tempo evitar maçar as pessoas que conheço com toda esta panóplia de rede cerebral.

Eis que me surgiu mais uma brilhante ideia e decidi criar um blog para despejar o conteúdo inusitado da minha cabeça, os meus conselhos inconvenientes, declarações imerecidas e quiçá as vicissitudes e virtudes da minha vida.

Como a expressão "é o conselho de uma tola" deveras me apraz e caracteriza, foi esse o nome selecionado para esta ferramenta organizadora e anónima que espero em breve preencher e partilhar com esse vasto mundo blogosférico.

 

Então aqui vai o primeiro conselho:

 

Eu sou fumadora (sim eu sei, eu sei que faz mal) e como fumadora que sou, nas minhas pausas no trabalho aproveito para dar um saltinho lá fora e matar o vício. Uma das coisas que sempre me incomodou quando estou a fumar sozinha na rua é que muitas das pessoas que passam por nós nos olham com uma expressão reprovadora, a boca comprimida numa linha fina e olhos semicerrados. Quase que consigo ler a mente dessas pessoas a pensar "tsc tsc tsc tão feio, uma menina a fumar".

Senhores e senhoras do mundo e arredores... Nós, pobres fumadores, por incrível que pareça, sabemos que nos faz mal fumar. Se o fazemos é por prazer e (ou) vício, necessidade, stress, vontade, o que lhe quiserem apelidar. Os pulmões são nossos, o corpo é nosso, o dinheiro é nosso e o mal é só nosso. Claro que temos que ter respeito pelos não fumadores que não têm que levar com o nosso fumo, temos que ter respeito pelas criancinhas para não as poluirmos e todo o restante respeito que devemos ao universo em geral e às pessoas em particular, mas por favor, respeitem também a nossa vontade porque pagamos impostos altíssimos para dar cabo da nossa saúde em paz.

Como tal, aqui vai o primeiro conselho de uma tola... Respeitem-se uns aos outros e deixem para lá as críticas veladas e olhos semicerrados que ainda caem no passeio e partem uma costela por não irem de olhos bem abertos.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.